NOTE! This site uses cookies and similar technologies.

If you not change browser settings, you agree to it. Learn more

I understand
logo_pt.png

Regime matrimonial no direito espanhol

O acordo é entendido como o conjunto de regras que ordenam os interesses económicos derivados do casamento nas relações entre cônjuges e terceiros.

Os regimes são basicamente dois: o regime de aquisições e a separação de ativos.

Os regimes são principalmente dois: comunhão de adquiridos e de separação de bens.

O regime de comunhão de adquiridos supõe a formação de uma massa comum de bens, com todos ou parte daqueles de um e outro cônjuge, para atender com os seus rendimentos às despesas da família.

Nos regimes de separação, os bens dos cônjuges permanecem separados em termos de propriedade, gozo e administração; Não há massa comum.

Regime de separação de bens

É o regime, segundo o qual: "... pertencerá a cada cônjuge os bens que tiver no momento inicial do mesmo e aqueles que ele posteriormente adquire por qualquer título. Da mesma forma, a administração, gozo e livre disposição de tais bens". "Está consagrado no art. 1437 Código Civil. Portanto, cada cônjuge responde com seus próprios bens nas obrigações que contraíu pessoalmente".

No entanto, não pode ser ignorado que a vida conjugal gera obrigações que devem ser atendidas por ambos os cônjuges, portanto, dispõe o artigo 1318, parágrafo 1 do Código Civil que: "Os bens dos cônjuges estão sujeitos ao levantamento dos encargos do casamento." Segundo o artigo 1435 do Código Civil, este regime pode existir:

  • Quando eles concordaram (os cônjuges).
  • Quando os cônjuges tiverem estipulado, a nível de acordo matrimonial, que não vigora entre eles a comunhão de adquiridos, sem que sejam expressas as regras pelas quais seus bens serão regidos.
  • Quando se extinga, casamento constante, a comunhão ou o regime de participação, salvo pela vontade dos interessados fossem substituídos por outro regime diferente.

Como já foi dito, apesar da separação dos bens, os cônjuges têm de contribuir para a manutenção dos encargos do casamento, como estabelecido, agora com caráter específico no Artigo 1438: "Os cônjuges contribuirão para a manutenção dos encargos do casamento. Na ausência de um acordo, eles farão proporcionalmente a expensas dos seus respetivos recursos económicos ".

No campo das relações externas, o artigo 1440 é importante, segundo o qual: "As obrigações contratadas por cada cônjuge são de sua exclusiva responsabilidade".

Regime de comunhão de adquiridos

"O regime de comunhão de adquiridos será aquele que os cônjuges estipularem nos acordos matrimoniais, sem outras limitações além daquelas estabelecidas no Código Civil." "Na ausência de acordos ou quando estes são ineficazes, o regime será o da comunhão de adquiridos".

Num regime económico matrimonial de propriedade conjunta no Código, são aqueles que compõem o património comum de ambos os cônjuges. E eles são regulados no artigo 1347 CC:

  • Os obtidos pelo trabalho ou indústria de qualquer um dos cônjuges.
  • Os frutos, rendimentos ou juros que produzem bens privados ou conjugais.
  • Aqueles adquiridos a título oneroso a expensas de património comum, seja a aquisição feita para a comunidade, ou para apenas um dos cônjuges.
  • Aqueles adquiridos por direito de opção de caráter conjugal, mesmo quando o fossem com fundos privados, em cujo caso a sociedade conjugal será devedora ao cônjuge pelo valor pago.
  • "Empresas e estabelecimentos fundados durante a vida da sociedade por qualquer um dos cônjuges a expensas dos bens comuns. Se a constituição da Companhia ou estabelecimento incluir capital privado e capital conjugal, as disposições do artigo 1354 serão aplicáveis".
Teléfono Fijo
924 24 66 88
Teléfono Móvil
620 44 01 50
Skype
carlos@francoyromeroabogados.eu
WhatsApp
620 44 01 50
Skype
carlos@francoyromeroabogados.eu
Pode Contactar-nos por estes meios

Blog Legal Atual

Tudo o que deves saber sobre o consumo de álcool e drogas enquanto conduzes

Tudo o que deves saber sobre o consumo de álcool e drogas enquanto conduzes

04 novembro 2019

Até há uns anos, os condutores apenas se viam afectados pelas provas de alcoolemia que realizavam as forças e corpos de segurança do Estado. Mas com o avanço e o...

Franco&Romero Abogados com Abogacía Española

Franco&Romero Abogados com Abogacía Española

04 outubro 2019

Em FRANCO&ROMERO Advogados, vais encontrar: profissionalismo, atendimento personalizado, um serviço de confiança e contacto directo contigo, de forma a resolver os teus assuntos jurídicos com total garantia.

Regime matrimonial no direito espanhol

Regime matrimonial no direito espanhol

28 junho 2019

O acordo é entendido como o conjunto de regras que ordenam os interesses económicos derivados do casamento nas relações entre cônjuges e terceiros. Os regimes são basicamente dois: o regime...

Acordos matrimoniais

Acordos matrimoniais

28 junho 2019

Os acordos matrimoniais, de acordo com a definição dada pelo Conselho Geral dos Notários, são: O contrato pelo qual as regras que regulam a relação económica do casamento são estabelecidas....

Cobrança de pensão de alimentos a nível transfronteiriço

Cobrança de pensão de alimentos a nível transfronteiriço

29 outubro 2018

Reza o n.º 1 e o n.º 2 do Art.º 17.º do Regulamento (CE) n.º 4/2009, de 10 de Janeiro que as decisões proferidas num Estado-Membro vinculado pelo Protocolo da...

 Advogados: Construindo pontes entre os CIDADÃOS e o ESTADO DE DIREITO

Advogados: Construindo pontes entre os CIDADÃOS e o ESTADO DE DIREITO

14 maio 2018

Os Advogados prestam os seus serviços de maneira independente aos cidadãos, defendendo os seus interesses e protegendo os seus direitos, dentro e fora dos tribunais.

Processo de revisão e confirmação de sentença estrangeira de divórcio

Processo de revisão e confirmação de sentença estrangeira de divórcio

10 fevereiro 2018

Quando um cidadão português se divorcia no estrangeiro, o mesmo tem de ser transcrito no registo civil português, em ordem a produzir efeitos em Portugal. Mas como agir nestas situações?...

Como se dividem os custos da escritura de compra e venda entre o vendedor e o comprador?

Como se dividem os custos da escritura de compra e venda entre o vendedor e o comprador?

10 fevereiro 2018

A menos que os contratantes disponham de outra forma, os custos de outorga de escritura pública correm por conta do vendedor, e os de primeira cópia e demais posteriores à...

A diferença entre Roubo y Furto

A diferença entre Roubo y Furto

23 outubro 2017

É frequente que pessoas alheias ao mundo do direito se perguntem qual é a diferença entre roubo y furto. A diferencia é que no CRIME DE ROUBO deve dar-se ou...

Pedido de indemnização por negligência médica contra o Serviço de Saúde Extremadura

Pedido de indemnização por negligência médica contra o Serviço de Saúde Extremadura

19 julho 2017

A reclamação de negligências médicas é um processo delicado, uma vez que carece de uma grande especialização por parte dos profissionais que levem a cabo este tipo de reclamações. Uma...

O apelido paterno já não prevalecerá na horea de registrar um filho recém nascido

O apelido paterno já não prevalecerá na horea de registrar um filho recém nascido

13 julho 2017

No próximo dia 30 de junho entra em vigor a reforma do Registo Civil, o apelido paterno já não prevalecerá na hora de inscrever um filho recém-nascido e os pais...

A caução nos contratos de arrendamento

A caução nos contratos de arrendamento

12 fevereiro 2017

Quando arrendamos um imóvel para habitação ou para fins não habitacionais, há um tema importante a ter em conta, trata-se da caução que no contrato de arrendamento de imóveis para...

A partilha da herança

A partilha da herança

03 janeiro 2017

Normalmente, nunca poderia imaginar os problemas que podem surgir quando um morre relativos e chega a hora de resolver o seu património. Este artigo visa dar um pouco de luz...

Direitos de um detento

Direitos de um detento

27 fevereiro 2016

Ninguém está livre de que por qualquer circunstância se possa ver privado da sua liberdade por ser detido pelas forças de segurança Este artigo pretende ser um guia para que...

O novo sistema de comunicação ao registo civil dos nascimentos e falecimentos

O novo sistema de comunicação ao registo civil dos nascimentos e falecimentos

26 janeiro 2016

Desde o dia 15 de outubro de 2015 que não é necessário inscrever o recém-nascido em Espanha, no Registo Civil correspondente, encarregar-se-ão os hospitais, de forma que os dados e...

Casar-se num Notário: celebração do casamento perante um Notário

Casar-se num Notário: celebração do casamento perante um Notário

26 janeiro 2016

Desde finais de julho de 2015 que é possível casar-se num Notário (para além das diversas formas de casamento, celebração do casamento religioso, e casamento civil, que até à data...

« »

Instagram

    Colaboraciones

    Abogados Top 10

    Recomendar Abogado

    Abogados 365

    Morosos.net

    Experiencia Jurídica

    Despacho Miembro

    Asociación Europea de Abogados

    Grupo Salud y Deporte Badajoz

    Grupo Salud y Deporte Badajoz

    AZCARAN Servicios Asistenciales

    Abogados 24 horas

    Vitium Abogados

    Facebook

    Twitter